terça-feira, abril 25, 2006

na lapela...



Se
a
LIBERDADE
e
a
DEMOCRACIA
passassem
pelo
'cravo na lapela'
mal
estaríamos
todos
pelos
muitos
que
o
usam
indevidamente.

19 comentários:

  1. Pois amiga, o cravo é um símbolo, apenas um símbolo, resta-nos a todos nós saber dar forma e usar da melhjor maneira que soubermos esse direito que muitos sofreram a conquistar ... a direito á liberdade de pensamento e expressão ... e é por aí também, pela divergência de opiniões que se ganham e geram empatias porque o importante é a abertura ao outro, o importante é saber escutar e não fazer da nossa palavra lei ...

    Neste dia especial, deixo-te a ti, que és uma grande mulher, uma beijoca do tamanho do carinho que sabes que te tenho ... :))))

    ResponderEliminar
  2. "indevida e indecentemente"....


    beijo.

    ResponderEliminar
  3. Querida Caracolinha;

    qdo leio os teus comentários, e as coisas lindas que dizes de mim, sinto-me com um metro e oitenta...

    obrigada.


    bj do coração.

    ResponderEliminar
  4. :::::::::::::::::::::::::::::obrigada.

    achas mesmo????

    Lol....


    adeus PrincesA.....:)

    ResponderEliminar
  5. "Adeus Princesa"...



    um 'policial' bem conseguido e escrito em portugês! :)))


    je t'embrasse... isabelinha! :)

    ResponderEliminar
  6. hummmm isto cheira-me a coisa cavaquista!!!!!!!

    Pois é o senhor não levou a dita flor...mas ela não é mais que um simbolo e os simbolos têm a força que nós lhes queremos dar. Os actos é que contam...vamos ver como se porta o senhor. Eu não votei nele mas dou sempre o beneficio da dúvida...a ver vamos

    Beijos cheios de liberdade mas não libertinos

    ResponderEliminar
  7. A liberdade que eu tenho para chegar aqui, é a mesma que tu tens para chegares a mim... Mesmo, nunca usando cravo na lapela, porque sou democrata de corpo inteiro!

    Um beijo, uma flor, e bom resto de semana!

    Estou sempre mais aqui: http://ababushka.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  8. Querido Mocho,

    pois... os media, à falta de mais assunto, pegaram no pé do cravo que o PR não levava e vai de encher os jornais e os canais... :))

    daqui a pouco o país começa de novo a arder e já têm com entreter o povo.

    Deixo-te umas beijocas pintadas com o azul da tua alegria. :)

    ResponderEliminar
  9. Viva Friedrich,

    estamos mais uma vez em sintonia! :)))

    Qto ao resto, não me digas que entrei nalgum blog desactivado mas achei o poema tão intensamente belo que opinei. :)

    Obrigada pela flor - de preferência uma rosa ou um girassol - um bj e uma existência feliz.

    ResponderEliminar
  10. Isabel,

    venho tarde mas ainda a tempo. Sou da opinião da Caracolinha, o cravo é um símbolo. O que importa é manter vivo o espírito da conquista da democracia. Se assim não fosse, não poderíamos estar aqui a falar livremente sobre tantos temas, incluindo este:)

    beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Musalia,

    então estamos todos de acordo! :)



    bj.

    ResponderEliminar
  12. Olá Isabel,

    Esta questão da flor na lapela, nem acessória é.


    E comigo em casa net nicles.dá para perceber esta frase maluca, não dá?

    Um beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  13. Laerce,

    pois... mais uma vez de acordo...

    e sim, pela ausência deu para perceber que net nicles...

    já agora... vais pagar a mensalidade completa de um serviço que não está a ser prestado?! :)))

    protesta... olha que resulta! :)

    bj e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  14. É verdade, o cravo é só um símbolo. Com significado para alguns e nenos para outros. Garanto-te que eu não meço a dedicação do PR à democracia e à liberdade por um cravo a mais ou a menos... :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Viva água_quente;



    estamos então em sintonia! :)))

    bjs.

    ResponderEliminar
  16. Mais vale um cravo no discurso, que um cravo na lapela!

    ResponderEliminar
  17. Viva homoclinica;

    Sem dúvida mas diria mesmo que o que importa é uma actuação consentânea com o discurso. :)

    ResponderEliminar
  18. Queres saber mesmo a verdade? Só estou mesmo aqui pq o meu blog mandou; para ver se tb comentas a minha história. Alguém disse: "que longa introdução". E eu acrescento, mas é mesmo só uma introdução, porque a história vai formando-se dentro da tua cabeça. - P/ descarado só me falta o chapéu... Senão tiver leitores as vendas baixam. - A poesia não precisa, governa-se sozinha!...

    Beijos e abraços
    http://ababushka.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar