domingo, outubro 23, 2005

MARMALADES

Catarina (D.)

N. em Vila Viçosa a 26 de Novembro de 1638, F. a 31 de Dezembro de 1705.

Rainha da Inglaterra pelo seu casamento com o rei Carlos II, no ano de 1662; Princesa de Portugal, filha de D. João IV, e de sua mulher, D. Luísa de Gusmão, irmã dos monarcas D. Afonso VI e D. Pedro II.

Entre as damas que acompanharam D. Catarina a Inglaterra, contavam-se D. Elvira de Vilhena, condessa de Pontével, e D. Maria de Portugal, condessa de Penalva.
Um dia, talvez saudosa de Portugal e para ocupar o tempo, D. Catarina de Bragança pediu às aias que lhe trouxessem alguns marmelos para preparar marmelada. As aias, na impossibilidade de encontrarem tal fruto, trouxeram citrinos com que a Rainha confeccionou um doce.

Conta a história que assim nasceu a famosa MARMALADE.


Contrariamente ao que o nome sugere, não se trata do nosso doce de marmelos, mas da variada gama de doces de citrinos de que os ingleses são os grandes especialistas.

Foto

18 comentários:

  1. Realmente aqui a malta do Burgo levou imensas coisas para a Ilha, desde o chá aos doces, foi tudo levado pelos tugas...não me admirava nada se um dia viesse a descobrir que os scones também são obra nossa

    ResponderEliminar
  2. É verdade... o famoso five o'clock tea tb foi levado por nós; só que eles 'inventaram' a adição das 'two drops of milk' que lhe dá o tal toque muito especial.

    Quanto aos scones, tenho que fazer umas investigações, mas confesso que agora comia dois, com manteiga e 'marmalade'! :)

    ResponderEliminar
  3. Interessante esta história. Além disso abriu-me o apetite. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Olá Isabel,

    O penteado da rainha estava em sintonia com o rodado dos vestidos.
    A rainha aplicou muito bem o ' jeitinho português' para resolver os problemas.

    Uma pergunta: terá a lady marmelade do moulin rouge alguma coisa a ver com isto?...bem.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria do Céu,

    pois a mim também... eu sou apreciadora, coleccionadora e devoradora de compotas de boa qualidade. :)

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Laerce,

    Talvez a obra mais conhecida e que melhor retrata a moda dessa época seja "As Meninas ou A Família de Filipe IV", de Velásquez. 1656-1657.

    Quanto à tal 'Lady' nada sei... para mim Moulin Rouge rima com Henri de Toulouse-Lautrec. :)

    Bem observada a capacidade de improviso da Rainha. :)

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Oi Isabel...

    não sabia... não...

    bom que deixamos a nossa marca por todo o mundo é um facto...

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Bom dia, Isabel! :)

    Verdade ou não, contaram-me a história - assim como algumas outras - quando era aluna de Turismo.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Isabel,

    Referia-me ao musical Moulin Rouge, com Nicole Kidman. A música mais conhecida é essa da lady marmelade de que gosto bastante.

    O pintor de Moulin Rouge, tenho que o pendurar por aí.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Querida Laerce,

    confesso que não vi...

    daí a minha total ignorância sobre a 'Lady'! :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Viva Isabel Magalhães,
    Ora.. que bela imagem essa a da nossa D.Catarina;)E por falar disso... vai ao jantar "D" no dia 30?!... Saudações das tais.

    ResponderEliminar
  12. Viva Musqueteira! :)

    É sim, uma bela imagem de que muito gosto.

    Quanto ao Jantar, conto ir. Amanhã, ao fim da tarde, telefono-lhe para acertar uns detalhes. :)

    As nossas saudações.

    ResponderEliminar
  13. Que bela e deliciosa história! Parabéns Isabel, tb pela riquesa do seu blog.

    JJCM

    ResponderEliminar
  14. Caro JJ,

    agradeço-lhe a visita e a amabilidade das suas palavras.

    Saudações das nossas. :)

    ResponderEliminar
  15. Ausento-me uns dias da leitura deste blog, e quando chego vejo que andaram a fazer compota por aqui! E que bem que cheira!
    No entanto, eu prefiro a nossa marmelada.

    ResponderEliminar
  16. Ora viva, Azulinha!

    Que saudades...

    pois eu confesso que prefiro as duas; a nossa, às fatias, à sobremesa, a deles a barrar torradas e scones. :)

    E como vai o 'agregado familiar'?

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  17. Hummm bem bom! Marmelade. Nem sempre fácil de encontrar aqui... eu tambem não procuro... mas no Algarve, dou de caras com frascos dela e já trouxe alguns para Lisboa! Talvez por haver por lá muitos ingleses...

    ResponderEliminar
  18. Viva Homoclinica!

    Já tentou na na 'delicatessen' do El Corte Inglés? Há por lá uns verdadeiros 'mimos'... :)

    ResponderEliminar