quinta-feira, junho 01, 2006

NO DIA DA CRIANÇA

Visita ao Museu dos CTT
Eu vi no museu umas medalhas e selos e vi uns coches que levavam muitas pessoas e tinham uma porta que abria para pôr correio.
Vi um lago com dois peixes muito grandes. Deram-me um poster muito bonito e um livro.
Vi uns correios muito.
Havia uma estação de muda para os cavalos porque não podiam aguentar todo o caminho. E dantes nas cartas não era preciso selo.
Magda Magalhães - 8 anos / Professora do Ensino Secundário

Uma casa sem crianças é como um jardim sem flores.

Ó mundo mau e injusto diz não à guerra.

Hoje é o dia da Criança!

Pedro Magalhães - 10 anos / Designer Gráfico

18 comentários:

  1. olhe que sim... é o que nos resta para aquecer os olhos.

    ResponderEliminar
  2. Um beijo do coração para a melhor mãe do Mundo.
    Magda

    ResponderEliminar
  3. Querida Magda;

    não sou... seguramente... a melhor mãe do mundo... mas sou... de certeza absoluta... a que faz os melhores ovos estrelados do Mundo e arredores! :)))

    obrigada, querida filha, por seres quem és, e por estares sempre perto.

    bjssssssssssssssss do coração.

    ResponderEliminar
  4. estas delicias de ovos filhos :-)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. deliciosos são os desenhos dos 'pequenos'!

    gostei muito.

    beijinhos, Isabel:)

    ResponderEliminar
  6. Pedro Magalhães01 junho, 2006 16:54

    Ó minha querida MÃE ...

    logo eu q n tenho dotes oratórios e mt menos
    para escrever ... fugiu-me a herança para outras áreas ... mas a Mãe
    sabe q eu venho cá espreitar várias vezes ... :)

    Bjs e obrigado

    ResponderEliminar
  7. Isabel,

    O carinho dos filhos é um manifestação suprema de harmonia entre gerações. Ditosos filhos e ditosa mãe, isto sem pompa mas aproveitando a circunstância.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. holeart... exactamente. já dizia o Pessoa.

    ResponderEliminar
  9. jp;

    eu tb não esqueço as outras; as de ovos moles. :)


    outro beijinho.

    ResponderEliminar
  10. pois é, Musa... o fugaz momento da infância... :)


    Um beijinho para ti.

    ResponderEliminar
  11. Ó meu querido Filho...! :) eu sei que sim... que vens cá deitar o 'olhómetro'...

    e tb não escreves assim tão mal. palavra de mãe. :)

    Obrigada pelo carinho.
    beijos.

    ResponderEliminar
  12. Laerce,

    eu adoro 'circunstâncias'... adoro festejar, arranjar pretextos para o fazer. e o melhor de todos é festejar a VIDA! :)

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Viva Isabel...hoje é o dia... esse dia de os filhos a visitarem;)
    Assim sendo...um beijo ao Pedro Magalhães:)
    As azulinhas das tais:)

    ResponderEliminar
  14. Viva Musqueteira;

    Graças a Deus que todos os dias são dias de ser mãe e de receber visitas dos filhos... :)

    Eu transmito o seu beijo ao Pedro... afinal, são artistas da mesma arte e até se conheciam. :)

    O mundo é - realmente - um T3! :)))

    Saudações azuis! :)

    ResponderEliminar
  15. (um dia depois do dia da criança)

    Pois eu consegui provar no dia da criança a excelente mãe que sou...esquecendo a criança...

    Mas...águas passadas não (deveriam mover moinhos) e ontem vários meninos provaram que de inocentes nada têm.

    (a inocência da criança... foi chão que deu uva)

    Isto porque quando fui buscar a minha filha em vez de a encontrar a chorar por me ter esquecido dela... encontrei-a a chorar porque o resto da miudagem (6-11 anos) estavam cruelmente a dizerem coisas cruéis.(redundandemente redundante)

    Enfim... miudos...

    ResponderEliminar
  16. Viva, Teresa;

    tomei conhecimento, andei por lá. :)))

    nunca me esqueci de nenhum mas 'perdi' uma, de 3 anos, nas ruas de Ayamonte no verão...

    encontrá-mo-la tranquilamente num bar de tapas a pedir água...

    a água não constituiu problema... 'um copo' sim... :)

    Um [].

    ResponderEliminar
  17. vivam então as criancinhas...

    beijos

    ResponderEliminar
  18. É o que eu digo amiga do coração ... filho de "peixa" sabe nadar ... o jeito já se lhe reconhecia ... ;)

    Amiga, nem imaginas como me deixou feliz a tua passagem lá na casquinha ... fazes lá tanta falta, sempre com os teus comentários cheios de humor e leveza ... tal como a pessoa que és ...

    Deixo-te uma beijoca encaracolada e um abraço muito apertadinho ... ah, e um beijinho, ainda que atrasado, às tuas "crianças" ...

    ;)

    ResponderEliminar