terça-feira, agosto 23, 2005


pinto para me evadir do mundo real

Luís Pinto-Coelho nasceu em Lisboa em 1942. Aos sete anos inventou um reino imaginário, Cafim, que o acompanharia até ao fim da sua vida. Estudou pintura e escultura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e em 1961 foi viver para Madrid. Aí, trabalhou sob a orientação do pintor Luis Garcia-Ochoa.
Além da pintura de cavalete, Pinto-Coelho realizou importantes trabalhos de cerâmica, pintura mural, escultura, cenografia, artes gráficas, fotografia, decoração e design, tapeçaria, gravura e retrato. As suas obras estão espalhadas por várias casas reais da Europa e constituem um marco na sociedade portuguesa.
A obra de Pinto-Coelho está representada em mais de um milhar de colecções particulares em todo o mundo e nos museus de Arte Contemporânea de Madrid e Lisboa, de Ayllón (Espanha), Ovar (Portugal), do Azulejo (Lisboa), da Cidade de Lisboa, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, no Museu da Real Academia de Bellas Artes de San Fernando (Madrid), no Museu de Grabado Contemporâneo (Marbella), no Museu Olímpico (Lausana) e noutras colecções públicas.
OFICINA DO LIVRO.

Logo que esta primeira edição, de Janeiro de 2003, da autobiografia de Luís Pinto-Coelho foi posta à venda, adquiri um exemplar.
Desde meados da década de setenta, altura em que 'descobri' os trabalhos do autor, que sou admiradora da sua pintura, excepção feita às telas que retratam cenas da 'festa brava', mas isso são outros parâmetros que se prendem com as minhas convicções pessoais e nada têm a ver com a qualidade excelente de tudo o que pintou.
A minha - alguma - capacidade de compra de livros aliada à compulsão para o fazer, é manifestamente superior à disponibilidade para os ler - e aqui alguma culpa deveria ser imputada à blogoesfera que me tira horas essenciais para manter a leitura em dia, - e como diz a minha amiga Maria Sobral Mendonça, "os 'artistas' têm o seu tempo"... tempo chegou para agarrar neste livro, em fila de espera, nem sempre respeitada, porque nesta coisa de livros cá em casa não há senhas 'you are next', e a ordem pode ser alterada ao sabor do tempo, do meu tempo.
Do que sei do autor, pelo livro 'Luís Pinto-Coelho - Pintura', da Quetzal, pela imprensa e por amigos que com ele conviveram, a frase em contra-capa, de José Saramago, deixou-me curiosa. A leitura agora iniciada irá por certo revelar-me o que procuro saber.

24 comentários:

  1. Olha ... o autor do Zaratrusta... e olha ... a autora do blog ... que duas boas surpresas !!!!

    Que prazer em vê-lo (a ele) e em rever-te (a ti) !!!!

    As saudades já eram mais que muitas e começavam a reivindicar mais uma lufada de ar fresco ... e eis senão quando a janela se abre e nos inunda o rosto onde se cola um sorriso que se rasga sempre que se reencontram aqueles de quem se gosta.

    Sê muito bem-vinda ~:o)

    Beijinho Laranja de Reencontro ~:o)

    ResponderEliminar
  2. Querida Caracolinha,

    hesito entre 'turbo' e 'GT' porque a menina de passo de caracol não tem nada... nem de caracoleta, nome mais adequado ao seu tamanho, pois nem deu tempo para publicar o texto; ficou-se muito alegremente pela dupla alegria mencionada. Mas eu entendo os impulsos dos seres autênticos que cantam Hinos à Amizade pelos caminhos da blogoesfera.

    Não vou escrever 'espero que voltes' pois tenho a certeza que essa curiosidade sã que te anima, te fará voltar para saber a minha resposta e quiça, 'abarbatar' o comentário nº 8! :)

    Um beijinho - hoje - de vermelho vestido. :)

    ResponderEliminar
  3. Um dos livros que mais me encantou e que me foi oferecido pelo meu aniversário, foi sem dúvida "Os Portugas no Dakar" uma parceria de Elisabete Jacinto e Luís Pinto Coelho. Um livro humorístico sobre o rali português.

    A primeira vez, que vi uma exposição de LPC foi em Espanha, não me lembro agora se, em Madrid ou Sevilha...

    Mas é um retratista a sério, que muito prezo...

    Um abraço ;)

    ResponderEliminar
  4. Eu hoje também estou em casa!
    Joga o meu SPORTING!

    Bjs da Matilde

    ResponderEliminar
  5. Cara Menina_marota,

    era 'o grande senhor do retrato'. Quer se aprecie a arte do retrato quer não, não se fica indiferente a um trabalho feito com 'alma, com 'garra'... ao contrário de muitos outros retratos de muitos outros retratistas.

    E que muito prezo, também, obviamente! :)

    Outro abraço. :)

    ResponderEliminar
  6. Caro Miguel,

    Pois muito gosto em saber que o teu coração também é verde! :)

    Vamos torcer, claro! Quem sabe... até 'acender vela'! :)

    Mas afinal quem é a Matilde? :)

    Um beijinho cheio de curiosidade.

    ResponderEliminar
  7. Olá,olá!

    "Só" para dizer que adorei falar contigo ontem!

    Beijinho da Vespinha :)

    ResponderEliminar
  8. Então e não é que acabei mesmo por ficar outra vez com o número mágico ????

    Or'éssa ... não querem lá ver isto agora ???? Um miúda tem que se deitar para aqui a adivinhar não ????

    Eu só comentei na altura aquilo que estava feito ... eu não sabia que vossa senhoria postava aos "bochechos" ... !!!!

    Beijinho TURBO GTI ~:o)

    ResponderEliminar
  9. Olá Isabel :)

    Gosto. Não conheço grande coisa... mas parece-me que irei conhecer!!! ;)

    Só é pena os "grandes" emigrarem!!
    Mas por cá vão ficando os ainda "MAIS GRANDES"... não é Mestra?!?

    Pintura!
    Sporting (Perdeu!!)!
    E muitos parâmetros!!!!

    Beijos,
    @:) & €:)

    ResponderEliminar
  10. Caracolinha TGV,

    a menina ficou com o nº 8 porque eu não respondi à Vespinha para que assim acontece-se. Quem é amiga, quem é? :)

    E olhe, espero que não tenha havido 'macumba benfiquista' para o meu sporting perder! :):):)

    Beijinhos com 'baba e ranho'! :)

    ResponderEliminar
  11. Querida Vespinha,

    so do I... so do I! :)

    Beijinhos chorosos pela 'catástrofe do dia'! :)

    ResponderEliminar
  12. Olá Rui,

    não sei se é pena os 'Grandes' emigrarem...
    talvez seja o modo de ficarem conhecidos, e de darem a conhecer o país de origem.

    Se quiseres conhecer mais sobre o Pinto-Coelho há por cá algum material 'às ordens'. :)

    Sobre o sporting, c'est la vie! :)

    Beijinhos à família! :)

    ResponderEliminar
  13. Olá Isabel,

    Lerei esta preciosa informação com mais calma a partir de domingo.

    Um beijinho, já encontrei os acentos e que tais.

    ResponderEliminar
  14. Bom dia, Laerce!

    Eu entendo... :)
    no cyber nem dá jeito nenhum.

    Gostei muito de te ouvir ontem. :)

    Um beijinho e continuação de boas férias.

    ResponderEliminar
  15. Obrigada pela dica. Gosto de alguns dos trabalhos do artista e vou comprar o livro aqui sugerido. Obrigada.

    ResponderEliminar
  16. Olá Helena,

    nada a agradecer. :)

    Um blog faz-se de pequenas partilhas.

    Um []

    ResponderEliminar
  17. Querida, entreguei o teu beijinho a quem de direito ... não me esqueci, nunca me esqueceria ...

    Agora vou fazer óó que hoje foi um dia de muitas emoções !!!!

    Beijinhos com cheiro de reencontro ~:o)

    ResponderEliminar
  18. Até este momento não conhecia este seu acolhedor blog, gostei do que por aqui encontrei, voltarei. Boa leitura.

    ResponderEliminar
  19. Viva Isabel,
    As duas mesas que findam o local do meu repouso...têm sobre elas diversos livros.Uns...com muitas palavras...e muitas folhas.Na outra mesa...do outro lado...desse local que descrevo,repousam os outros livros...com muitas cores e poucas folhas...ora para a esquerda...ora para a direita... eles alí estão...e o Tempo também. Por vezes, chamo a esse local...o espiador de mim:)Aos livros...é claro!:)

    ResponderEliminar
  20. Fazes muito bem :-) Mas não nos deixes em fila de espera :)
    Beijinhos meus

    ResponderEliminar
  21. Caracolinha,

    e eu outra coisa não esperaria. :)

    Também espero que o sono tenha sido recuperador. :)

    Beijinhos em clima de leitura. :)

    ResponderEliminar
  22. Seja bem-vinda, Maria do Céu! :)

    Será sempre um prazer tê-la por cá. Volte sempre!

    Um []

    ResponderEliminar
  23. Viva Musqueteira! :)

    Não só gosto da sua pintura como gosto da sua forma de comunicar; uma forma só sua e que muito diz de si...
    Se eu quisesse descrever 'o meu local' não seria capaz de o fazer assim. Acredite que gostei. :)

    Um abraço e as nossas... as tais! :)

    ResponderEliminar
  24. Querido Bird,

    Fica tranquilo...
    Gosto demasiado deste local de convívio para vos abandonar. :)

    Um beijinho.

    ResponderEliminar