terça-feira, novembro 16, 2004

BÚSSOLAS DE NORTE


MARIA SOBRAL MENDONÇA
"Bússolas de Norte" , acrílico s/tela, 195x114 cms

EXPOSIÇÃO "A DANÇA DOS PÁSSAROS"



Para o Yardbird que me confessou gostar de pássaros e de boa pintura!

26 comentários:

  1. Mais uma lindíssima tela, com cores de fogo e vida! Beijinhos e Boa Noite!

    ResponderEliminar
  2. Olá Francisco!

    Concordo em absoluto. A Maria Sobral Mendonça pinta com a alma!

    obrigada pela visita, um beijinho para ti. :)

    P.S. Já sei inserir várias fotos no mesmo post. Obrigada pela tua ajuda. :)

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Isabel :-) Nem sei que diga, a pintura é linda, sente-se viva. E para a tua gentileza nem tenho palavras. Se aqui houvesse uns smiles, punha uns poucos daqueles envergonhadinhos. Assim, deixo-te a minha gratidão, um sorriso muito grande e um beijinho.
    Também o desejo de que tenhas uma noite muito feliz, Isabel
    Do Bird

    ResponderEliminar
  4. Olá "Do Bird"! :)))

    Obrigada eu, pela assiduidade, as palavras gentis que sempre me deixas, o grande sorriso e o beijinho. :)))

    ResponderEliminar
  5. Movimento perpétuo de deslumbrantes cores, que fazem voar a mente de quem a olha.
    Impossível ficar parado! :-)

    Lindissimo!

    Bjs :-)

    PS: o “problemazito” já está ok?

    ResponderEliminar
  6. Não são as tuas mãos, mas as cores saltam como chamas, voando no espaço...como pássaros.

    Lindo os gestos e as palavras que sempre tens para os amigos.

    Beijinho, Isabel.

    ResponderEliminar
  7. Olá R. Gui;

    Realmente, o movimento da pintura da Maria Sobral Mendonça é, e cito, "Um reflexo de Vida"!

    Impossível ficar insensível.

    Beijinho e boa noite. :)

    ResponderEliminar
  8. Musalia, minha amiga;

    Lindas são as palavras que sempre me dedicas e que já vão além fronteiras.
    Tenho uma amiga virtual, "from New Mexico - USA" que anda extasiada com o que escreves. :)

    Um beijinho, noite muito feliz! :)

    ResponderEliminar
  9. Além fronteiras??!!! Essa é boa!...mas como entende o que escrevo? Estou abismada e...babada devo confessar!

    Ainda estou a digerir isso...
    Beijinho, amiga.

    ResponderEliminar
  10. Que bonito, Isabel! Vou usá-lo como bons dias.

    ResponderEliminar
  11. Bom dia, Musa! :)))

    Eu explico: A minha "genuinamente americana amiga" escreve num português muito correcto, fruto de anos de estudo e de paixão por Portugal e pela nossa cultura. Não supões o que ela sabe - e guarda em registos fotográficos - das nossas tradições. Até lamenta as que, como diz o fado, não voltam mais. :)
    É uma pessoa de grande sensibilidade; é Professora de Música, visita o blog mas sente-se inibida para comentar porque... como já me confessou "Há lá uma pessoa que escreve, ai meu Deus!" ))).
    Disse-lhe que poderia comentar em inglês e recebi como resposta "Em música seria mais fácil"!
    Fico, agora, à espera de poder escrever "Musalia, meet Trovadora. Trovadora, meet Musalia"! :)

    Um beijinho e tem um muito bom dia neste Verão de São Martinho.

    ResponderEliminar
  12. Olá, Dona Casmurra, muito bom dia!

    Obrigada, sabe sempre bem ler-te. :))

    ResponderEliminar
  13. Pois gostaria muito de conhecer a Trovadora, mesmo através das palavras ou das notas de música (eu não sei ler...). A sério, Isabel, ela que não se coiba por minha causa1
    Olha, amanhã vou enviar-te um mail com uma proposta concreta, para o tal café, sim? Logo verás!
    Beijinhos, amiguinha.

    ResponderEliminar
  14. A trovadora pega numa toalha e limpa a baba do rosto da Musalia. Depois, explica que entende, sim, e que até agora nem tem tido de consultar o dicionário. :)
    Agora, depois de várias tentativas de encorajar-me escrever alguma coisa aqui, a meiga Isabel tem decidido tomar outro caminho e usar um pouco de chantagem… :)
    E, pois… deu certo, e aqui estou.
    E….. justamente com um quadro de outra pessoa e nao dela. :)
    Gostei deste quadro…. penas, folhas, movimento, e liberdade. E gostei tb do titulo.. “Bússolas de Norte”. Norte….. um conceito ligado com o mar, e assim, inseparável de também, Portugal. A bússola… guia …. norte…. caminho…. e para mim, sempre Portugal.
    Lindo o quadro. E Isabel, obrigada pelas palavras…
    E, Musalia….. prazer :)

    ResponderEliminar
  15. Este quadro é bem bonito.
    A Musalia não ligou nenhuma ao apelo que lhe fiz no post do japonês. Presumo pois que não fala russo que chegue. Paciência. Vou continuar à procura de interlocutor.
    Beijinhos Isabel.

    ResponderEliminar
  16. Olá Trovadora! :)

    Então eu fiz "chantagem"? :)) Não foi essa a intenção mas se deu frutos, valeu a pena! E gostei muito da tua visita. Estou certa que a Musalia também terá imenso prazer em ler as tuas palavras.
    Agora fico à espera dos teus comentários a um trabalho meu, se te agradar, claro! :)))

    Muito obrigada.
    Keep in touch.
    ***

    ResponderEliminar
  17. Olá Emilio de Sousa;

    Estou certa que a Musalia não terá voltado ao post da aula de japonês e assim não tomou conhecimento do repto que lançaste. Eu, de russo não sei nada e de japonês também não.
    Obrigada pela visita. Volta sempre. :)

    ***

    ResponderEliminar
  18. trovadora, só agora voltei ao blog da Isabel. Sinto um prazer imenso em conhecê-la! E ainda bem que esta prosa deu resultado, comentou os posts da nossa amiga!
    Fico feliz se contribui para isso.
    Beijinho, amiga, porque amiga da Isabel, minha amiga é!


    Beijinho para ti, Isabel.

    ResponderEliminar
  19. Emílio, peço desculpa, não voltei ao post, é como a Isabel diz. Seria incapaz de uma indelicadeza, pode acreditar! Vou ler o que escreveu.
    De facto, o meu conhecimento da língua russa é de pouco tempo, embora aqui em casa exista uma pequenina luso-russa. Aprendi durante algum tempo, lembro-me de muita coisa e muita outra esqueci. Tenho o projecto de voltar a reaprender, vamos ver, o tempo é escasso.
    Mais uma vez, desculpe, não foi intencional.

    Obrigada pelo teu espaço me permitir estas palavras, Isabel.

    ResponderEliminar
  20. Olá Musalia;

    Este espaço é dos amigos que o queiram usar. É, para mim, um enorme privilégio que o façam.
    Hoje estive todo o dia ausente de casa, foi um dia longo. :)

    Beijinho e uma boa noite.

    ResponderEliminar
  21. Lindo quadro Isabel, cheio de luz, cor e magia.
    É quase como uma lareira acessa num inverno frio e húmido que se aproxima.
    É um fogo de artificio numa noite de Verão.
    É bonito, como bonitas são as tuas palavras que pintas aqui, ali e acolá.
    Bom fim de semana minha Amiga.

    ResponderEliminar
  22. Olá "Gaivota"! :)))

    Ontem fui a uma exposição de fotografia e vi fotos com gaivotas. Também as vejo aqui da janela mas apenas em dias de temporal.

    Obrigada pelas tuas palavras e bom fim de semana.

    *****

    ResponderEliminar
  23. Pois estou "estupfacta"....Com aquilo que vêm nestes quadros.
    Parece que os tratam por tu:-Incrívelmente boa essa sensação!
    Vossas palavras são gestos coloridos,como se fossem os pinceis que deram vida a estes quadros.
    Aqui estão vivos, apesar de estarem já longe de quem os criou.
    Que boa é, a presente sinfonia.
    Estou mui feliz por ter descoberto este Blog, apesar de novata nestas paragens, estaciono aqui por prazer.
    Parabéns Isabel

    ResponderEliminar
  24. Olá musqueteira! :)))

    É um enorme prazer recebê-la aqui neste blog criado a pensar na divulgação da Arte, em que um grupo de amigos - na sua maior parte desconhecidos - faz presença assídua, troca ideias, e deixa comentários cheios de sensibilidade. Quando iniciei este "site" não imaginava o ambiente extraordinário que se iria criar. Eu é que agradeço a todos a presença e a colaboração, quer nas Artes, quer nas Letras.
    Apareça sempre, é bom tê-la cá.

    Um beijinho de boas vindas para si, M. :)))

    ResponderEliminar
  25. "Um dia, algo aconteceu nos Céus.
    Azul era o Céu.
    A terra ficou Amarela torrida.
    Eu fiquei à espera.
    Veio o vento
    E,um imenso branco.O Branco No Branco.
    Nem sei mas vi.
    Senti.
    Realizei.
    Realizamos.
    Figuras de cores desvendavam segredos,
    Eram contos...Eram contos.Tocar Na Mente.
    Azuis Brancos,Amarelos ou Poeiras
    Das coisas.Largar o Cais do Desconhecido.
    Nem sei.
    Mas aconteceu um dia
    Cores imagens, histórias cheias de magia.
    Era eu.A Perda do Eu Pelo Outro.
    Eras tu.
    Um dia, tantas bandeiras quem diria
    Vão estar na varanda em que te sentas
    Por cobardia em ti.
    Estar
    Ser
    Deixar de ser.
    Esse será o quadro ausente.A Dança dos Pássaros.
    De tudo
    Num todo
    Num sempre
    Realizar um desejo no Azul do Céu do Mediterrâneo.
    Um sonho
    Um cheiro
    Um encanto
    Um desenho tamanho
    O quadro.
    Nem eu nem tu estivemos nesse lugar
    Mas guardamos memórias daquelas histórias,dos desertos das cores.
    Onde pigmentos desejados estiveram
    Em abraço naquele imenso Céu
    Ao mesmo tempo em compasso de espera.
    Um dia, algo acontecerá
    No Mediterrâneo e o Céu será Azul
    Numa terra Amarela tórrida.
    Um dia nesse imenso Céu
    O Branco abraçará o Amarelo em tons de Azul
    A Estrela nascerá ali
    A Lua recortará desejos
    De um novo Céu demasiadamente Azul."(...)

    Destas palavras ....surgem "telas".É a próxima exposição de Maria Sobral Mendonça.Coisas que ainda veremos.
    Isabel, parece que já tem um novo quadro da M?
    :)

    ResponderEliminar
  26. Cara M./Maria/Musqueteira;

    Por vezes venho reler as palavras que amigos me deixam no blog. Em boa hora...pois não tinha lido este pedaço de magia. São letras que inspiram, que motivam a pintura. Aguardo, ansiosamente, por Março.

    Saudações! :)

    ResponderEliminar