domingo, outubro 03, 2004

OLÁ! SOU A BÁRBARA!


Venho, respeitosamente, apresentar-me. Sou a Bárbara! Uma cadela SRD - sem raça definida - cruzamento de rafeiro e pastor alemão. Vivo na APCA - Canil de São Pedro de Sintra. O meu estatuto de sénior coloca-me no grupo de difícil adopção. No entanto, adorava poder ter um lar - de preferência com quintal porque sou de grande porte - onde não ficasse acorrentada e tivesse um recanto quentinho para me abrigar que a idade não perdoa.
Ontem, recebi uma boa notícia. Fui apadrinhada! Tenho uma madrinha que ainda não conheço, mas que vai custear parte do meu sustento. Anseio conhecê-la. Espero que venha escovar-me e passear-me, um pouco, à trela. Todos os sábados, à tarde, alguns dos meus amigos que comigo residem no canil, saem a passeio com os padrinhos. Vem depressa, Isabel! Eu também quero ver o mundo lá fora.
www.apca.org.pt



12 comentários:

  1. Tem o ar de quem já passou muita coisa na vida.
    Olhos com uma expressão de carinho de quem passou muito tempo sem ele...

    Impossível resistir!

    bjs

    ResponderEliminar
  2. Apadrinhei-a por fotografia, ontem, no Parque das Nações. Deixei-me encantar pelo tamanho e pelo nome. No sábado vou conhecê-la. :))

    Os cães apadrinhados continuam disponíveis para adopção.

    bjs Gui.

    ResponderEliminar
  3. Um lindo gesto, cheio de significado! Pois cá em casa, este Verão, vivemos um verdadeiro drama, com a morte do nosso Trincas, um cão rafeiro que adoptámos pequenino e que nos acompanhara nos últimos 13 anos... Até um "post" lhe dediquei na altura... Agora, restam-nos os dois gatos (o Boggy e o Picasso) e uma gata (a Ema)...
    Francisco

    ResponderEliminar
  4. Francisco;

    Toda a vida tive animais - na casa dos meus pais já os havia, quando nasci - e sei o "sufoco" que é passar por essa situação. Resta-nos a alegria de podermos fazer bem ao "senhor que se segue"!

    Eu gosto de quem gosta e respeita os seres indefesos.

    Beijinho, meu amigo. Um dia feliz!

    ResponderEliminar
  5. Isabel, a tua generosidade não tem limites. Oh amiga, se eu pudesse fazer o mesmo.
    Beijinho e felicidades para a madrinha e o afilhado.

    ResponderEliminar
  6. Musalia;

    É uma menina, a Bárbara! :))
    Infelizmente, não a posso "adoptar", - a lotação está esgotada - trata-se apenas de um "apadrinhamento" e por uma importância quase simbólica, mínimo 10 euros/mês, qq pessoa pode ajudar a custear a despesa de um cão abandonado.
    Mas há outras formas mais económicas; a quota anual de sócio a partir de 15 euros, uma saca de ração, um cobertor, divulgar a obra.
    Visita www.apca.org.pt e deixa-te encantar. Penso que neste momento são 170 os cães residentes no Canil de São pedro de Sintra.

    Um beijinho amiga. Não mereço esses elogios todos.

    ResponderEliminar
  7. já tenho mais um sobrinha 4 patas, eheheheheheh, bjs grandes à minha Mãe

    ResponderEliminar
  8. Peço desculpa à Bárbara, pelo engano! Eu também sou sócia de um canil/gatil de animais abandonados, creio que em Oeiras ou Carcavelos. Parece-te estranho não saber muito bem onde? Foi através de uma senhora, no local onde trabalho, angariou sócios, com uma contribuição anual. Nunca visitei o local.
    Adoro animais, Isabel e tive um grande desgosto, quando em Julho perdi o meu Artur, com 10 anos. Ainda não consigo falar muito sobre isso e tenho tantas saudades dele! Neste momento, como já te disse tenho a Lua, uma gata persa, muito meiga de quem gosto muito.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. Então, PARABÉNS à tia! :)))

    Beijinhos, Magda! :))))

    ResponderEliminar
  10. Musalia;

    A "Bárbara" aceita as desculpas! :)))
    Gostei de saber que também apoias os mais desprotegidos.
    Recentemente a Magda recolheu uma cadelinha que foi abandonada por um dos vizinhos. Na impossibilidade de ficar com ela, pedimos ajuda à APCA que lhe arranjou dono e a "baptizou" com o nome de "LUNA"! :))

    Bjs e bem hajas!

    ResponderEliminar
  11. Que gesto bonito, IM. :) Vou visitar a página e espero tb vir a apadrinhar algum bichinho.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Velvet;

    Benvinda à APCA. Os que ajudam são poucos e sempre os mesmos.
    Os cães que mais necessitam de apadrinhamento - por serem os de mais difícil adopção - são os séniores, os doentes e os que têm marcas físicas, consequentes de lutas, atropelamentos ou de maldades perpetradas por quem era suposto protegê-los.
    Fiquei feliz por saber que a minha pequena semente está a dar fruto. Bem hajas. Um beijinho para ti. :)

    ResponderEliminar